Pedidos Atraves de Comanda Eletronica

Todos os participantes da indústria dos restaurantes passaram por isso: garçons correndo de uma mesa para a outra em um bar ou restaurante movimentado, tentando pegar o pedido de todos os clientes a tempo, acompanhando todos os seus desejos e pedidos, e tentando transmiti-los ao pessoal da cozinha ou barman rapidamente e acima de tudo corretamente.

Talvez seja espuma extra no cappuccino do cliente, ou um bife bem feito, ou o seu cliente é alérgico a um determinado alimento, e quer que você saiba; qualquer que seja o pedido específico, em um dia ruim, qualquer falha na comunicação de seus funcionários ou um atraso no serviço pode significar um caos para uma tempestade perfeita de pedidos errados, funcionários estressados ​​e clientes insatisfeitos,  sem mencionar a perda da receita.

A indústria dos restaurantes vem experimentando várias soluções diferentes, e um esforço para evitar os piores cenários e aumentar a rotatividade. Enquanto alguns proprietários confiam em treinamento extra para sua equipe (o que é um exercício muito caro, para dizer o mínimo) e outros buscam inovar e implementar o uso das comandas eletrônicas, um grande número decidiu equipar seus garçons com sistemas de pedidos portáteis que comunicam o pedido do cliente. diretamente da mesa. Um exemplo e o Sistema de Restaurantes e Bares do Grand Chef, onde oferece um softer completo para seu negócio. Além disso, a automatização de pedidos, produção, estoque, financeiro, entre outras, esguarda o tempo do empresário permitindo que esse consiga compartilhar mais momentos com a família e para investir no que realmente importa em uma empresa.

Sistema de comandas eletrônicas

A ideia não é nova nem complicada; sistemas de pedidos de rádio existem desde o início dos anos 90. Permitindo que a equipe atenda o pedido do cliente em um dispositivo portátil que o encaminhe imediatamente para a equipe encarregada da realização do pedido, ou permitindo que os servidores imprimam a fatura do cliente sem ter que esperar na fila pelo caixa, os sistemas de pedidos são supostos para resultar em produtividade aprimorada e serviço mais rápido.

comandas eletronicas

O problema aqui, como tantas outras coisas, não está na ideia em si, mas na sua realização.

Para usar as comandas eletrotônicas em seus restaurantes, você precisa analisar alguns pontos do equipamento, para que a comanda eletrônica seja uma solução e um benefício e não algo pior que as canetas e papéis dos garçons como:  baterias que não duram todo o dia de trabalho a equipamentos caros necessário para os dispositivos se conectarem e funcionarem, e complicarem demais as interfaces de usuário que confundem a equipe que está servindo ou que continuam batendo.

Procure equipamentos de comanda eletrônica que a bateria dure pelo menos o tempo diário de trabalho, que é sempre de 8 a 12 horas, com isso você não vai precisar várias comandas eletrônicas para ficar substituindo quando alguma precisar carregar, vai poder fazer a compra mínima segura para trabalhar por todo o expediente.

comanda eletronica

De fato, dependendo da capacidade da rede, espera-se que o dispositivo produza cerca de 50 horas de uso ininterrupto, o que significa que ele pode receber pedidos por vários dias úteis ou até mesmo uma semana inteira sem carregar a bateria.

Depois de implementar o sistema de comandas eletrotônicas em seu restaurante, você vai perceber que a diferença é bem positiva, pois raramente acontece algum erro de comunicação entre o garçom e a cozinha, o tempo de preparo do prato escolhido pelo cliente se torna muito mais rápido e o erro diminui quase 100%, proporcionando assim muita satisfação dos clientes que frequentam o local, e que com certeza vão voltar ao seu restaurante.