Como lidar com situações difíceis

Em algum momento de nossas vidas, a maioria de nós enfrentará situações estressantes ou que até mesmo nos sacudem fortemente nosso interior. Para conseguir se superar nesses momentos da vida, ter acesso a estratégias de enfrentamento fortes pode fazer uma grande diferença.

É claro que o exercício físico, o foco em sua vida espiritual, o que traz ganhos enormes para todos os aspectos de sua vida, incluindo a vida financeira.

O descanso suficiente pode ser um grande suporte em situações difíceis. Outras técnicas podem ser particularmente úteis para lidar com tempos difíceis.

Procure escrever e falar para desabafar quando necessário

Alguma vez já escreveu uma mensagem desagradável quando te fez se sentir mal, e logo depois pensou em apagar?

Se você sofreu um evento perturbador, escrever sobre ele pode realmente fazer você se sentir melhor. Isso em parte porque escrever organiza seus pensamentos, o que faz a experiência se sentir menos caótica. Escrever também pode te dar uma liberação emocional, insight em si mesmo e a sensação de que você pode contornar o problema.

Algumas sugestões:

  • Reserve 15 minutos por dia por alguns dias para escrever sobre o que te fez se sentir mal, como ele fez você se sentir.
  • Não te preocupe com gramática. Isto é só para você.
  • Continue firme. No início, escrever sobre uma experiência perturbadora pode ser doloroso, mas com o tempo pode ajudá-lo a superar a perturbação. Tenha em mente, no entanto, que se o seu é um evento especialmente perturbador, como violação ou violência doméstica, você pode querer fazer este trabalho com um terapeuta.

Resolva diretamente seus problemas

Se você está lidando com uma situação estressante, não permaneça na auto-piedade ou desperdice sua energia apontando a culpa para outra pessoa. Isso faz – te sentir menos poderoso. Em vez disso, faz sentido:

Anote os problemas envolvidos

No papel, podem parecer mais controláveis do que rodopiar na tua cabeça.
Enumere o maior número possível de soluções. Por agora, silencie o seu juiz interno. Você pode rejeitar as opções mais tarde.

Avalie a sua lista. Tente perguntar como quer que esta situação acabe. O que aconteceu para te leva lá? Você também pode pesar prós e contras das situações também.

Aceitar soluções razoavelmente boas

A pesquisa sugere que procurar uma opção perfeita gera decepção e frustração.

Uma vez que você escolher algumas soluções, quebre-as em pedaços razoáveis e faça um plano concreto. Você pode definir alguns prazos específicos também.

Não desanime se a primeira solução que tente não resultar em nada esperado. Tenta outra na tua lista.
Você pode ler mais dicas de solução de problemas e encontrar uma planilha para organizá-lo.

Muda seu padrão de pensamento

A forma como você pensa sobre um problema afeta tanto o quanto isso o perturba e quão bem você o enfrenta. Compensa desviar a tua mente de pensamentos negativos ou preocupações excessivas. Tente estas sugestões:

  • Pergunte-se o quão realista é a sua preocupação. A nossa imaginação pode levar-nos a situações que podem nunca acontecer, portanto, tenha cuidado.
  • Ponha se lado a hora da “preocupação” todos os dias. Então, sempre que um pensamento negativo se intromete, diga a si mesmo para esperar até a hora marcada. Talvez te sintas melhor nessa altura.

Concentra-te nos aspectos bons da tua vida

Olhe para tempos difíceis como uma oportunidade de aprender, crescer ou melhorar a sua situação.

Talvez tenhas visto como os teus amigos são solidários ou aprendeste como podes ser forte num momento difícil.
Para mais sugestões sobre reformular seus pensamentos, veja a vida de sua vida bem permanecer ferramenta positiva.

Procure apoio profissional

Às vezes alguma ajuda básica pode fazer uma grande diferença.

Pede a alguém que te ajude com tarefas urgentes, se estiveres sobrecarregado. Você pode retribuir em um momento mais calmo.

Não tenhas medo de pedir conselhos. Ninguém sabe tudo.
Obter apoio emocional. Chorar, partilhar frustrações ou desabafar pode libertar tensão, aliviar o stress e ajudar-te a seguir em frente. Considere obter ajuda profissional se precisar dela.